Joesley Batista confessou 245 crimes nojentos a Janot e saiu livre. Não seria mais adequado ter dado voz de prisão? | Imprensa Viva


O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, considerou estarrecedores os diálogos gravados pelo criminoso confesso Joesley Batista com o presidente Michel Temer. Janor afirmou que Temer prevaricou ao ouvir do empresário que ele teria dois juízes na manga.
— Quanto mais lamentável for a situação do país, tanto mais estaremos no dever de não perder a fé no seu destino — afirma Janot, citando uma frase do ex-governador da Bahia Octávio Mangabeira, que centrou sua administração (1947-1951) na educação.
A versão de Temer sobre o episódio, apesar de vergonhosa, é juridicamente válida. Segundo o presidente, Joesley é conhecido por ser um falastrão, um contador de vantagens, e que não teria levado a sério a fala do empresário.

Fonte: Joesley Batista confessou 245 crimes nojentos a Janot e saiu livre. Não seria mais adequado ter dado voz de prisão? | Imprensa Viva

Anúncios

Obrigado por seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s