A prisão de Bendine: bote na cobra | VEJA.com


A manhã de quinta-feira, 27 de julho, escancarou mais um duro capítulo para autoridades que, nos últimos anos, se valeram de cargos e influência para arrecadar dinheiro sujo. Foi preso na cidade de Sorocaba (SP) o ex-presidente do Banco do Brasil e ex-presidente da Petrobras Aldemir Bendine, conhecido como Dida. Segundo as investigações da Polícia Federal e do Ministério Público, homem de confiança dos governos do PT, Bendine, que assumiu em 2015 o posto máximo da estatal do petróleo com a Operação Lava-Jato funcionando à toda força, cobrava propina desde quando atuava no BB. Na planilha da empreiteira, tinha o apelido de “Cobra”, nome dado pelos policiais à 42ª fase da maior investigação de corrupção da história.

Fonte: A prisão de Bendine: bote na cobra | VEJA.com

Anúncios

Obrigado por seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s