Maduro ameaça prender quem ofender membros do chavismo nas ruas 


“Assassina, sem-vergonha, ladra, cúmplice!”. Estas foram as palavras, proferidas aos gritos, contra uma das diretoras do poder eleitoral venezuelano, alvo de ofensas em um supermercado de Caracas. Socorro Hernández integra o grupo de cinco diretores do Conselho Nacional Eleitoral (CNE), acusado pela oposição de servir ao governo e mais recentemente de articular uma fraude na eleição da Assembleia Nacional Constituinte.

Fonte: Maduro ameaça prender quem ofender membros do chavismo nas ruas | VEJA.com

Anúncios

Obrigado por seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s